terça-feira, 7 de março de 2017

Oração à Infância Perdida na Terra do Nunca





Criança incomoda
mais ainda quando fedida
e faminta
Pior quando chora
e agarra nossa roupa
implorando uns tostões
para comer
jogada na calçada 
vai comprar drogas 
por certo
seus pais onde estão?
juntando nosso lixo para poder
ganhar uns trocados?
A CULPA deve ser deles mesmo
por terem tantos filhos
os bastardos
achou ruim!? - leva prá tua casa
Que ousadia deles perturbar 
nossa vida cheia de esperanças
e beleza mundana
nossos refúgios e santuários
cult bares da moda
onde discutimos causas sociais
cheios de alcoólicos espíritos 
e afinco revolucionário
para nada precisar fazer
Aqueles seus rostos sujos
ameaçadores
feios pela pobreza tornada indigna
e tão fora do nosso elevado 
padrão estético eurocêntrico
de primeiro mundo
E esses pequenos são tantos
como os piolhos
Vão ser ladrões ou pior
se Deus assim quiser
podemos clamar depois 
que nada perde a sociedade
quando um deles é assassinado
pelos sicários públicos
ou preso em alguma instituição 
cela imunda lotada
que chamamos de "fase"
ou qualquer outro nome bonito
da novilíngua oficial
Assim nossa consciência 
não mais incomoda
e como tantos outros
viramos o rosto 
e fingimos não ver...




Um comentário:

  1. Júlio, estas descrevendo a realidade cotidiana que assisto, tanto na periferia da cidade, quanto na (pouca) convivência com muitos revolucionários de redes sociais e papos Cult em seus confortáveis e seguros habitats.

    ResponderExcluir