sábado, 13 de abril de 2013

Amor em tempos de Fúria








Meninos mascarados 
lembram aos adultos domesticados
que ainda existe vida nessa terra
Lutando por direitos inalienáveis
farrapos, balaiada, sabinada e cabanagem
Quem não tiver pecados 
que não atire pedras
e vá descansar no regaço
da sua própria indolência.
A manada pasta em seu cercado
e aguarda silenciosa na fila do matadouro
e acha ruim quando um touro jovem
rompe impetuoso a cerca.